Inferência de tipo no C++ moderno

Inferência de tipo é a dedução automática do tipo de dado a partir de uma expressão. No caso do C++ moderno a dedução é feita pelo compilador.

Os templates do C++ já possuiam um forma limitada de dedução de tipos, ou seja, você não precisa indicar o tipo de dado explicitamente como demonstrado no exemplo abaixo:

Continuar lendo

Anúncios

Composição, parte 1 – com exemplo clássico do Unix

A idéia deste post é reproduzir a demonstração clássica feita por Brian Kernighan utilizando composição de pequenos programas através dos Unix pipelines. Ela é bem simples, porém muito significativa, se trata desta sequência:

makewords text_file | lowercase | sort | unique | mismatch dictionary_file

Onde o objetivo é identificar quais palavras do texto (text_file) são desconhecidas pelo dicionário (dictionary_file) informado:

Continuar lendo